Governo Sombra

Eles querem, podem, mas não mandam! Ricardo Araújo Pereira, Pedro Mexia e João Miguel Tavares - num programa moderado por Carlos Vaz Marques - são o Governo Sombra. Um governo que não decide. Uma equipa ministerial sem consenso. Um conselho de ministros que convive bem com as fugas de informação. Semanalmente, passam a atualidade em revista, examinam à lupa os dossiês, interpelam os protagonistas sem rodeios.
Domingo, depois das 11h00. À segunda-feira, depois das 13h00 em versão compacto

Ricardo Araújo Pereira revela o segredo para manter um estilo de vida saudável em 2020

João Miguel Tavares prometeu comer a mesa do estúdio e Ricardo Araújo Pereira revelou o que o leva manter um estilo de vida saudável.

A última emissão de 2019, o programa Governo Sombra contou com a presença de um convidado especial, Adolfo Mesquita Nunes. O antigo vice-presidente do CDS, que abandonou o cargo político em março para se tornar administrador não-executivo da GALP, juntou-se a Pedro Mexia, Ricardo Araújo Pereira e João Miguel Tavares para formular desejos para 2020.

Um dos desejos de João Miguel Tavares, que vem já repetido de anos anteriores, é o de que José Sócrates comece a ser julgado no caso da Operação Marquês. Ainda não é certo que tal venha a acontecer, uma vez que o processo encontra-se ainda em fase de instrução, e, ao ser recordado desse facto pelo moderador Carlos Vaz Marques, João Miguel Tavares fez uma promessa: se José Sócrates não começar a ser julgado em 2020, comerá a mesa do cenário do programa, vidro incluído. (Fica o registo em vídeo, a que retornaremos certamente se o antigo primeiro-ministro não chegar a ser julgado no próximo ano.) Seja como for, garante João Miguel Tavares, o seu desejo para 2020 não tem como objetivo falar de Sócrates em concreto, mas apenas usar o processo da Operação Marquês como exemplo da lentidão da justiça em Portugal.

Já Ricardo Araújo Pereira vê vantagens na demora do desenrolar do processo: "Eu estou a comer melhor, e a fazer mais exercício físico porque quero estar cá quando for a sentença do caso, e sei que vou ter de durar bastantes anos, com saúde, e é um estímulo, para as pessoas viverem uma vida mais saudável, se têm curiosidade em saber como é que isto acaba", garante o humorista.

A emissão completa do Governo Sombra, para ver ou ouvir, sempre em tsf.pt.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de