Em 30 minutos, a SpaceX pôs um satélite em órbita e recuperou os foguetes

O Arabsat-6A é um satélite de comunicações que vai substituir o seu antecessor, já em atividade há nove anos.

A SpaceX fez, esta quinta-feira, o seu primeiro lançamento de um satélite comercial com sucesso. A bordo do Falcon Heavy, que partiu do Kennedy Space Center, na Florida, estava o Arabsat-6A.

Este satélite de comunicações foi construído pela Lockheed Martin e foi colocado numa órbita geoestacionária, pelo que demorará exatamente um dia a completar uma volta sobre a Terra. Tem como missão substituir o Arabsat-5A, já com nove anos de serviço.

O satélite esteve, durante 20 minutos, numa órbita elíptica e, 34 minutos depois do lançamento - e com o auxílio de propulsores - colocou-se na órbita geoestacionária em que funcionará durante 15 anos.

Recuperar módulos foi objetivo alcançado

O satélite separou-se do módulo principal do foguete em que foi lançado aproximadamente nove minutos depois da descolagem. Antes, já os dois propulsores do foguete tinham abandonado o módulo central e aterrado com sucesso nas zonas LZ-1 e LZ-2 da SpaceX, situadas na base aéra de Cape Canaveral, na Flórida.

Depois, foi a vez do núcleo do Falcon Heavy aterrar com sucesso no navio "Of Course I Still Love You", estacionado no Oceano Atlântico.

Esta foi a primeira vez que a SpaceX conseguiu lançar e recuperar, com sucesso, os três módulos.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados