Sonda InSight pode encontrar vida entre os mistérios por desvendar nas profundezas de Marte

A chegada da sonda da NASA a Marte é o primeiro passo de uma missão histórica. O astrónomo Miguel Gonçalves explica porquê.

"É uma missão histórica", destaca Miguel Gonçalves, astrónomo e coordenador nacional da sociedade planetária. A sonda InSight aterrou com sucesso esta segunda-feira na superfície de Marte, o primeiro passo de uma nova etapa na exploração espacial.

Pela primeira vez, este autêntico laboratório robótico vai estudar o interior do planeta vermelho e transmitir novas informações sobre a sua temperatura, o tamanho, a espessura e a densidade do núcleo, manto e crosta.

As profundezas de Marte "encerram muitos mistérios", incluindo água congelada, lagos de água muito salgada. E "quando falamos em água podemos falar sempre em condições para a vida", lembra Miguel Gonçalves.

"Há uma autêntica armada, no bom sentido, em Marte." Para além da sonda InSight percorrem a superfície do planeta o rover Curiosity, o Oportunity (que pode ter ficado inoperacional depois de uma tempestade de areia) e seis "orbiters" (satélites) que tentam perceber à distância o que se passa à superfície.

Para além de dar o trânsito na Terra, a TSF já podia dar o trânsito de Marte, brinca o astrónomo. Há satélites da Europa, Estados Unidos e Índia que têm de se coordenar entre si para perceber quais são as suas órbitas.

E quando poderemos dar a notícia da chegada do homem a Marte? Miguel Gonçalves acredita que em breve, mas recorda uma piada recorrente no meio científico: "Penso que vamos a Marte, mas será pelo menos daqui a 30 anos. Só que já dizemos isso desde a década de 1980".

Em qualquer missão a Marte "há sempre qualquer coisa que pode correr mal", mas "foi tudo absolutamente extraordinário" desta vez, destaca Miguel Gonçalves, em especial graças à tecnologia que permitiu receber "muito cedo" informações sobre a sonda e fotos do planeta vermelho.

Minutos depois do "touchdown", a sonda enviou a sua primeira fotografia, ainda antes de retirar a proteção da sua lente:

Foi depois partilhada no Twitter uma nova foto de Marte. "Ansiosa por explorar a minha nova casa", pode ler-se.

A Sonda InSight aterrou na planície Elysium Planitia esta segunda-feira depois de uma viagem de seis meses e meio em que tudo correu bem. Foram assim os festejos na sala de controlo da NASA.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de