Igreja Católica

António Barroso, o português perseguido pelo Estado e que o Papa quer beatificar

A Universidade Católica do Porto dedicou um colóquio ao homem que foi bispo da Invicta durante quase duas décadas - e que o Papa Francisco pretende agora beatificar.

Em agosto, a cidade de Barcelos ergue-se com os festejos comemorativos do centenário do falecimento de D. António Barroso, bispo do Porto, que foi perseguido durante a Primeira República.

Na iminência da beatificação de D. António Barroso pelo Papa Francisco, a Universidade Católica do Porto organizou um colóquio científico sobre este réu da República.

  COMENTÁRIOS