Furacão Leslie

Câmara de Lisboa abre estações de metro do Saldanha e Martim Moniz para sem-abrigo

Furacão Leslie obriga autarquia a acionar plano de emergência.

A Câmara de Lisboa acionou um plano de emergência devido à passagem do furacão Leslie, que deve chegar a Lisboa a partir das 19 horas.

As estações de metro do Saldanha e Martim Moniz vão estar abertas durante toda a noite para pessoas sem-abrigo, explicou em conferência de imprensa o presidente da autarquia Fernando Medina.

"Todas as unidades de acolhimento temporário vão estar abertas, todas as brigadas de rua vão estar em ação para sensibilizar as pessoas sem-abrigo para recolherem aos centros de acolhimento", garantiu o autarca.

Fernando Medina alertou ainda "os responsáveis de estruturas amovíveis", como "vasos, caixotes do lixo e esplanadas, para retirarem "todo esse mobiliário urbano"

O IPMA colocou 13 distritos sob aviso vermelho por previsão de vento forte, e alguns também por agitação marítima, consequência da passagem por território continental do furacão Leslie.

Setúbal, Lisboa, Leiria, Coimbra, Aveiro, Porto, Braga, Viana do Castelo, Vila Real, Castelo Branco, Viseu e Guarda e Santarém são os distritos sob aviso vermelho, segundo as informações disponíveis na página na internet do IPMA.

O furacão Leslie vai atingir o território continental já como depressão pós-tropical, mas com ventos com "intensidades equivalentes a uma tempestade tropical", com rajadas acima dos 130 Km/hora, mas que podem atingir máximos históricos de 180/190 km/hora, segundo disse à Lusa o meteorologista do IPMA, Nuno Moreira.

Ventos fortes, agitação marítima e chuva são os principais receios da Proteção Civil para a passagem do furacão Leslie por Portugal, recomendando-se que a população se afaste das zonas costeiras e proteja pessoas e bens.

  COMENTÁRIOS