"Nunca atendi uma chamada telefónica de um jornalista nem nunca telefonei a nenhum"

Cavaco Silva foi um dos principais protagonistas da vida política ao longo dos últimos 30 anos. Ao Sons da História, o site multimédia da TSF e Fundação Francisco Manuel dos Santos, confessou a difícil relação que teve com a comunicação social, enquanto primeiro-ministro e enquanto Presidente da República.

O ex-Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, revelou na primeira pessoa na TSF que nunca telefonou a um jornalista e que nunca atendeu uma chamada da comunicação social. Ele que é um dos protagonistas
que se cruza com a história da TSF, que assinala esta sexta-feira 31 anos de existência.

"A comunicação social nunca gostou muito de mim, ou quase nada, porque eu tinha determinados princípios de que não me afastava no relacionamento com a comunicação social. Eu achava que um primeiro-ministro, um governo devia dar mostras de independência total em relação a todos os grupos, incluindo a comunicação social."

Numa iniciativa inédita em Portugal, a TSF e a Fundação Francisco Manuel dos Santos lançam Sons da História. Um site multimédia e completamente interativo que percorre a história do país e do mundo, nos últimos 30 anos. A apresentação acontece esta sexta-feira no Cinema São Jorge, em Lisboa.

LEIA MAIS:

- Que Sons da História é que não lhe saem da cabeça?

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de