Sociedade

Governo promete regulamento para inspeções a motas ainda este ano

A inspeção a motos está prevista na lei desde 2012, mas a ausência de regulamentação fez com que a medida ainda não esteja a ser aplicada na prática.

Os Centros de Inspeção Automóvel garantem que estão prontos para começar a fazer inspeções às motos, tal como já acontece para os carros.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, afirmou esta sexta-feira, em entrevista à Antena 1, que é preciso avançar com as inspeções às motos para combater o aumento da sinistralidade rodoviária.

Em declarações à TSF, Paulo Areal, presidente da Associação Nacional dos Centros de Inspeção Automóvel (ANCIA) explicou que os centros já foram obrigados a investir no material necessário, mas há 16 meses que a lei não avança.

"O país está coberto de uma rede de centros de inspeção devidamente apetrechados com equipamentos para a realização das inspeções aos motociclos", garantiu Paulo Areal, "assim o Governo defina a data, não irá ser por parte dos centros de inspeção que o processo irá atrasar".

As inspeções aos motociclos ainda não começaram porque falta criar três diploma, um deles responsável por listar as deficiências que podem ditar o chumbo na inspeção

O presidente da Associação Nacional dos Centros de Inspeção Automóvel acrescenta que os centros de inspeção são sensíveis ao facto de muitas motos serem transformadas pelos proprietários, para terem mais rendimento.

A Associação de Centros de Inspeção Automóvel aguarda pela decisão política para avançar com as inspeções às motos.

Questionado pela TSF, o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, assegurou o enquadramento legal sobre as inspeções a estes veículos será publicado durante este ano.

"A minha expectativa é que, ao longo do ano 2018, se estruture o quadro legal sobre essa questão das inspeções", adiantou o ministro.

  COMENTÁRIOS