Liga dos Bombeiros considera "lamentável" suspensão de reembolso de refeições

O presidente da Liga dos Bombeiros fala de uma "caça às bruxas" por parte do governo.

Jaime Marta Soares reage indignado, à decisão do Ministério da Administração Interna, que mandou suspender por 20 dias o reembolso das refeições a 12 corporações de bombeiros. Depois de ter encontrado indícios de irregularidades no pagamento das refeições nos grandes fogos de agosto, o governo mandou travar o pagamento, até que sejam dadas explicações.

O presidente da Liga dos Bombeiros diz não confiar nas inspeções da Autoridade Nacional da Proteção Civil e espera para "ouvir o contraditório".

Jaime Marta Soares lamenta que a decisão do executivo tenha sido tomada antes de os bombeiros serem ouvidos e acusa o governo de seguir por maus caminhos e fala até de uma "caça às bruxas".

Por cada operacional, podem ser pagos cerca de 21 euros por dia, em refeições. A TSF já contactou o Ministério da Administração Interna que, para já, não faz comentários.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de