Quatro carros por cada lugar de estacionamento. Um problema sério para Lisboa

São números do Automóvel Clube de Portugal, que propõe o aproveitamento de nove parques na CRIL para estacionar fora da cidade.

Quatro carros para cada lugar de estacionamento. É com base nesse número que o Automóvel Clube de Portugal (ACP) propõe que a Câmara chegue a acordo com nove parques localizados ao longo da Circular Regional Interior de Lisboa, como é o caso dos parques do IKEA de Alfragide e de Loures, ou de shoppings como o Dolce Vita Tejo ou o Strada Outlet de Odivelas.

Carlos Barbosa assegura que esta proposta permitiria criar 16 mil lugares de estacionamento à entrada da cidade, incentivando o uso de transportes públicos para fazer a ligação ao centro de Lisboa.

A ideia, diz o presidente do ACP, é replicar outros exemplos europeus: "Em todas as capitais europeias, 80% das pessoas trazem os carros. Nas cidades civilizadas europeias, as pessoas deixam os carros em parques de estacionamento à entrada das cidades ou no miolo da cidade e utilizam os transportes públicos".

"Em Lisboa, não temos nem parques fora nem parques dentro, nem bons transportes públicos, e o que propomos é começar por algum lado, por as pessoas deixarem os carros fora".

Carlos Barbosa sublinha que "depois tem que haver da parte da Câmara a ligação e o transbordo destes parques de estacionamento para as diversas zonas de Lisboa".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de