tsf pais e filhos

Obesidade infantil. "Para ter sucesso vamos ter de taxar"

A pediatra Margarida Lobo Antunes defende que a aplicação de taxas é a medida mais eficaz para travar a obesidade infantil.

"Esta história dos refrigerantes e de aumentar as taxas nos produtos açucarados teve impacto", afirma Margarida Lobo Antunes, que lamenta as dificuldades no combate à obesidade infantil e o facto de ser necessário aplicar taxas.

PUB

A pediatra refere que o combate à obesidade infantil é uma área com uma taxa de sucesso muito reduzida e afirma que é muito difícil sensibilizar as pessoas.

"Vamos tem que tomar medidas muito concretas nas escolas, na alimentação nas escolas" defende Margarida Lobo Antunes, que considera que, "para ter um sucesso, provavelmente, vamos de ter de taxar".

A pediatra dá o exemplo de Inglaterra como um país com projetos interessantes para combater a obesidade. "Tinha um sistema de autocarro a pé, os pais iam todos a pé e levavam as pessoas às compras para mostrar o que é que podem comprar", conta Margarida Lobo Antunes que lamenta: "há muitas medidas que têm um impacto a curto prazo, mas a longo prazo as pessoas não mudam. As únicas coisas que têm mostrado eficácia, são de facto taxas".