Raquel Vaz Pinto

Futebol, Equilíbrio e Renovação

A meia-final do Campeonato Europeu entre Itália e Espanha soube-me a uma final. O confronto entre a azzurra e La Roja, como são conhecidas, foi colossal. A minha segunda seleção, a Itália, venceu o jogo e volta a estar no Olimpo do futebol. Vi o jogo colada ao ecrã olhando para a experiência, para a juventude e todo o talento à solta naquele relvado. Desde logo, olhando para os mais novos temos vários jogadores especiais. Mas, o destaque, os holofotes vão todos para um miúdo de 18 anos de seu nome Pedri. Para quem acompanha religiosamente todos os jogos do Barcelona (como eu) não foi de todo surpresa. O treinador da seleção espanhola, Luís Enrique, deixou-lhe muitos elogios e sobretudo um que nos diz tudo o que precisamos de saber sobre Pedri: invocou um dos grandes "Don Andrés Iniesta".

Raquel Vaz Pinto

Futebol, Nações e Emoção

Depois de muito, muito sofrimento a nossa seleção passou à fase seguinte. Um jogo pleno de emoções fortes, no qual entrámos muito bem e que acabou (com muitos nervos na segunda parte) num empate. Passamos agora à fase seguinte, ou seja, aos oitavos-de-final. Em termos de adversários vamos jogar com a Bélgica. Uma das seleções mais talentosas que tem um motor de classe mundial de seu nome Kevin de Bruyne, e jogadores poderosos como Romelu Lukaku, que está numa forma olímpica, e tantos, tantos outros. Não vai ser um jogo fácil, mas Portugal tem muito, muito talento do seu lado também.

Raquel Vaz Pinto

Arábia Saudita, as mulheres e o futebol europeu

A Arábia Saudita acordou tarde para o mundo do futebol, mas acordou. Nos últimos dias, e no seguimento da organização da Supertaça espanhola em 2020, das tentativas falhadas de compra do Newcastle em Inglaterra e de patrocinar Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, ficámos a saber que este país árabe está em «negociações com o Real Madrid para uma parceria de cerca de 150 milhões como patrocinador principal da equipa feminina nos próximos dez anos. O negócio também engloba um acordo para que pelo menos quatro jogadores da equipa masculina passem a ser promotores do projecto Qiddiya, cujo objectivo é transformar-se na capital saudita do desporto e entretenimento.»