"Notre-Dame de Paris é Notre-Dame de toda a Europa". As reações ao incêndio

Comunidade internacional declara-se solidária para com os parisienses.

O incêndio que, esta segunda-feira, deflagrou na catedral de Notre-Dame, em Paris , está a despoletar reações de várias figuras internacionais.

Depois de Macron ter cancelado o discurso à nação previsto para esta segunda-feira, vários outros diplomatas e políticos quiseram mostrar apoio a Paris.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, diz que "Notre-Dame de Paris é Notre-Dame de toda a Europa".

O primeiro-ministro português, António Costa, já transmitiu a sua solidariedade ao presidente francês, Emmanuel Macron, e à presidente da câmara de Paris, Anne Hidalgo, lamentando que parte da "história da Europa" desapareça.

Melania Trump, primeira-dama dos Estados Unidos, diz-se de "coração partido".

Já Mike Pence, o vice de Donald Trump, fala de uma "casa de Deus" em chamas e fala num monumento icónico e num símbolo da fé em todo o mundo.

Sadiq Khan, mayor de Londres, assegura que a capital inglesa está "enlutada".

LER MAIS:

- Siga em direto

- Macron cancela discurso à nação devido ao incêndio em Notre-Dame

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de