"A porta está aberta." Turquia assina memorando para adesão da Suécia e Finlândia à NATO

O secretário-geral da NATO afirma que "a entrada da Finlândia e da Suécia na Aliança vai acontecer".

A Turquia assinou esta terça-feira um memorando de entendimento para a adesão da Finlândia e da Suécia à NATO.

O acordo entre os três países foi alcançado durante uma reunião onde estiveram o Presidente finlandês, Sauli Niinistö, a primeira-ministra sueca, Magdalena Andersson, o Presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan, e o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg.

"Temos um acordo que abre a porta à adesão da Finlândia à NATO. A Turquia, a Suécia e a Finlândia assinaram um memorando que responde às preocupações da Turquia relativamente ao fornecimento de armas e ao terrorismo, incluindo do grupo terrorista PKK", revelou Stoltenberg em conferência de imprensa realizada em Madrid, onde decorre a cimeira da NATO.

O secretário-geral da Aliança Atlântica informou ainda que esta quarta-feira "os líderes vão formalizar o convite para a entrada" dos dois países: "Nos próximos dias, a Finlândia e a Suécia serão formalmente considerados como convidados."

Jens Stoltenberg demonstra confiança no processo e afirma que "a porta está aberta" e que "a entrada da Finlândia e da Suécia na aliança vai acontecer".

A Presidência finlandesa também anunciou o acordo. "Ao longo das últimas semanas, a Turquia levantou preocupações relativas à ameaça do terrorismo. A Finlândia levou constantemente essas preocupações com seriedade. A Finlândia condena o terrorismo todas as suas formas e manifestações. Como membro da NATO, a Finlândia alinhará completamente nos documentos e políticas da NATO contra o terrorismo", escreveu o Presidente turco em comunicado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de