Espanha decreta quarentena de 14 dias a quem chega do estrangeiro

Pessoas que chegam ao país têm de permanecer no se domicílio ou alojamento.

O Governo de Espanha decidiu que todas as pessoas que entrem no país a partir desta sexta-feira sejam colocadas de quarentena durante 14 dias, de acordo com o boletim oficial do Estado publicado esta terça-feira.

Os trabalhadores transfronteiriços, os dos transportes e suas tripulações, bem como os profissionais de saúde que vão exercer a sua atividade laboral, ficam isentos desta medida, desde que não tenham estado em contacto com pessoas diagnosticadas com a Covid-19.

Durante essas duas semanas, as pessoas chegadas de outros países "deverão permanecer no seu domicílio ou alojamento", podendo sair apenas para adquirir alimentos, produtos farmacêuticos e bens de primeira necessidade, ser assistidas em centros, serviços e estabelecimentos de saúde e por razões de força maior ou de necessidade.

As autoridades sanitárias também poderão contactar as pessoas em quarentena para realizarem o seguimento do seu estado e pedem que, em caso de sintomas como febre, tosse, dificuldade em respirar, mal-estar geral ou outros sintomas suspeitos de coronavírus, contactem os serviços de saúde por telefone.

Segundo o boletim oficial espanhol, a medida estará em vigor durante a crise sanitária provocada pelo novo coronavírus.

No caso das agências de viagens, operadores turísticos e empresas de transporte, estas devem informar os passageiros da medida no início do processo de venda de bilhetes para Espanha e, no caso dos aviões, as empresas devem fornecer um formulário de saúde pública para localizar os passageiros, que deverá ser entregue à sua chegada ao território espanhol.

Medidas idênticas tinham sido tomadas anteriormente em França, Alemanha ou China.

Espanha é um dos países mais atingido pela doença que a nível global que, segundo um balanço da agência de notícias AFP, já provocou mais de 283 mil mortos e infetou mais de 4,1 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Metade da população de Espanha iniciou hoje a chamada "fase um" do plano de alívio das medidas rígidas aprovadas com a entrada em vigor do estado de emergência em meados de março.

O país registou 123 mortes devido à pandemia de Covid-19 na segunda-feira, uma redução em relação às 143 de domingo, que foi o dia com menos vítimas mortais desde 18 de março.

Até agora, Espanha contabiliza um total de 26.744 óbitos.

De acordo com o Ministério da Saúde espanhol, houve 373 novos casos positivos com a doença, um número que também está em queda, elevando para 227.436 o total de infetados confirmados até hoje pelo teste PCR, o mais fiável na deteção do vírus.

LEIA AQUI TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de