Há mais de 400 mil desempregados em Portugal

No fim do mês de dezembro de 2020, estavam registados, nos Serviços de Emprego do Continente e Regiões Autónomas, 402.254 pessoas.

De acordo com os dados disponibilizados esta quarta-feira pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), "o total de desempregados registados no País foi superior ao verificado no mesmo mês de 2019". Houve um aumento de 29,6% e são mais 91772 pessoas desempregadas. Segundo o IEFP, "para o aumento do desemprego registado, face ao mês homólogo de 2019, variação absoluta, contribuíram todos os grupos", com destaque para as mulheres, adultos com idade igual ou superior a 25 anos, os inscritos há menos de um ano, os que procuravam novo emprego e os que possuem como habilitação escolar o secundário.

Ainda relativamente ao mês homólogo de 2019, o grupo "Trabalhadores dos serviços pessoais, de proteção segurança e vendedores" apresentou a mais expressiva subida percentual do desemprego, com mais 45,6%.

Assim, o desemprego aumentou nos três setores de atividade económica face ao mês homólogo de 2019. "Este aumento registou maior expressão no setor "serviços" (+33,7%). A desagregação deste setor de atividade económica permite observar que as subidas percentuais mais acentuadas, por ordem decrescente, se verificaram nas atividades de: "Alojamento, restauração e similares" (+57,7%), "Transportes e armazenagem" (+44,3%) e "Atividades imobiliárias, administrativas e dos serviços de apoio" (+41,5%)", pode ler-se no documento.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de