Candidatura de Rio quer chegar a janeiro com situação interna do PSD resolvida

O vice-presidente do PSD, David Justino, defende ainda que a candidatura de Rui Rio à liderança do PSD "tem a ambição" de ganhar eleições.

O vice-presidente do PSD, David Justino, considera que a prioridade do partido, neste momento, deve ser clarificar o mais rapidamente possível a situação interna do partido para que seja possível "reduzir ao máximo a margem que nós estamos a dar ao Partido Socialista para fazer a campanha eleitoral, estando no poder", uma ideia defendida também por Rui Rio na noite de quinta-feira, em entrevista à TVI.

"Temos de reduzir ao máximo esse período para que possamos chegar ao mês de janeiro, quando se inicia a campanha eleitoral, com a situação clarificada", sustenta David Justino num debate promovido pela TSF entre o vice-presidente do PSD e o eurodeputado José Manuel Fernandes.

Quanto ao pedido de alteração do regulamento eleitoral subscrito por 60 conselheiros nacionais, David Justino é perentório: "Não há possibilidade de se fazerem as coisas sem se fazer a alteração do regulamento. É o único ponto que é necessário resolver. Vamos esperar pelo Conselho Nacional [deste sábado] relativamente àquilo que deve ser feito."

"Não temos duas pessoas a preparar o programa, temos mais de 500"

O vice-presidente do PSD, David Justino, defende ainda que a candidatura de Rui Rio à liderança do PSD "tem a ambição" de ganhar eleições e tem também "uma linha estratégica definida há quase quatro anos".

"O problema quando vamos a eleições é saber em quem o povo tem confiança para votar", continua.

Para David Justino é fundamental apresentar um PSD "responsável, maduro e preparado para governar".

"Não temos duas pessoas a preparar o programa, temos mais de 500 pessoas a trabalhar para isto", remata.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de