Deve o PS apoiar a recandidatura de Marcelo? 85% dos socialistas dizem que sim

A sondagem TSF/JN mostra elevados níveis de aprovação do desempenho do Presidente junto dos eleitores do PS. Governo mantém avaliação em crescendo. PSD e CDS criticam desempenho da oposição.

A sondagem foi feita poucos dias depois de António Costa, em plena Autoeuropa, ter incentivado a reeleição de Marcelo Rebelo de Sousa e a resposta do eleitorado do PS sustenta o apoio expresso pelo líder: 85% dos inquiridos que dizem votar no PS consideram que o partido devia apoiar a recandidatura do atual Presidente da República.

Embora tenha mais expressão junto do PS, esta é uma opinião maioritária (71%) entre os inquiridos. 75% dos eleitores do Bloco de Esquerda também pensam que o apoio ao atual Presidente deve ser o caminho escolhido pelo PS, 65% de inquiridos do PSD concordam e, entre CDU e CDS, a ideia de que o PS deve apoiar a recandidatura de Marcelo ultrapassa os 50% de opiniões favoráveis.

O apoio socialista a Marcelo decorre da avaliação positiva que os inquiridos fazem da atuação do Presidente: 69% consideram que tem sido "boa" e 30% dão "muito boa" nota. É entre os eleitores de esquerda que Marcelo recolhe mais avaliações positivas (acima dos 70% entre os eleitores do Bloco de Esquerda e da CDU), enquanto junto da área política a que pertence (PSD/CDS), os resultados são menos efusivos, apesar de ultrapassarem os 50%.

Depois dos meses de estado de emergência, confirma-se a tendência para uma subida na confiança no primeiro-ministro. Quase metade dos inquiridos dizem ter "igual confiança no Presidente da República e no primeiro-ministro".

74% aprovam a forma de governar Portugal do atual Executivo, com destaque para uma aprovação acima de 70% entre os eleitores de esquerda, e com a aprovação de mais de metade dos inquiridos que dizem votar no PSD e no CDS.

Pelo contrário, a sondagem mostra que é junto dos inquiridos que dizem votar no PSD e no CDS que surge a pior nota ao desempenho da oposição contribuindo para que, neste mês, caiam as opiniões positivas sobre a oposição.

Ficha técnica
A sondagem foi realizada pela Pitagórica para a TSF e o JN, com o objetivo de avaliar a opinião dos portugueses sobre temas relacionados com a avaliação do Governo, da oposição e do Presidente da República. O trabalho de campo decorreu entre os dias 16 e 24 de maio, foram recolhidas 808 entrevistas telefónicas a que corresponde uma margem de erro máxima de +/- 3,53 % para um nível de confiança de 95,5%.
A amostra foi recolhida de forma aleatória junto de eleitores portugueses recenseados e foi devidamente estratificada por género, idade e região. A taxa de resposta foi de 68,31 % e a direção técnica do estudo é da responsabilidade de Rita Marques da Silva.
A ficha técnica completa, bem como todos os resultados, foram depositados junto da Entidade Reguladora para a Comunicação Social que os disponibilizará para consulta online.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de