Portugal em situação de alerta até 30 de junho devido à Covid-19

O Governo decidiu prolongar o estado de alerta até às 23h59 de 30 junho.

O Governo decidiu prolongar a situação de alerta em Portugal continental até ao dia 30 de junho, mantendo "inalteradas as medidas atualmente em vigor". O anúncio foi feito esta quinta-feira pela ministra Mariana Vieira da Silva, na habitual conferência de imprensa após a reunião do Conselho de Ministros.

Em resposta aos jornalistas, a ministra da Presidência disse que após uma reunião com a ministra da Saúde, Marta Temido, ficou afastada a possibilidade de mais restrições e admito ainda que o "pico [de Covid-19] já terá passado", verificando-se quedas de valores de novas infeções em várias regiões e faixas etárias.

Apesar do fim da obrigatoriedade da máscara em múltiplos locais, Mariana Vieira da Silva afirmou que isso "não significa que a máscara não seja usada em sítios de maior risco". Agora, "a prioridade do Governo é a proteção dos mais vulneráveis" e deu o exemplo da vacinação para as pessoas com mais de 80 anos.

O Governo também aprovou, esta quinta-feira, a proposta de lei que regula o acesso a metadados referentes a comunicações eletrónicas, salientando que a nova legislação apresenta "um novo paradigma" e não cria uma base de dados separada.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de