Mais de 60 autos de contraordenação durante o fim de semana. A maioria foi na AML

No fim de semana, mais de 1600 polícias no terreno encerraram ao todo três estabelecimentos e passaram 60 autos de contraordenação, dos quais 49 são referentes a Lisboa.

Este foi um fim de semana de mais trabalho para a PSP na Área Metropolitana de Lisboa (AML). Cinco pessoas foram detidas e um estabelecimento comercial foi encerrado, no âmbito da operação de fiscalização do recolhimento, que proíbe a circulação quer para dentro, quer para fora da AML.

A comissária Rita Henriques salvaguarda, no entanto, que a maioria dos cidadãos foi cumpridora das regras que se aplicam entre as 23h00 de sexta-feira e as 05h00 de segunda-feira. "Continuamos a ter um cumprimento generalizado, com incumprimentos muito residuais", refere a responsável. Com mais de 300 operacionais no terreno na AML, foi encerrado um estabelecimento, resultado de mais de 50 operações de sensibilização e fiscalização.

Foram ainda efetuadas cinco detenções na área de Sintra e do Seixal, por resistência e coação, no seguimento da fiscalização às medidas de combate à pandemia. "Houve tentativa de agressões e ameaça a agentes da autoridade", aclara Rita Henriques.

A maioria das 49 autuações deveu-se ao incumprimento das regras de venda e consumo de álcool na via pública e por não-uso de máscara na via pública.

No restante território não houve detenções, mas a PSP esteve atenta e foram encerrados mais dois estabelecimentos comerciais, como revelou também a comissária Rita Henriques. "No resto do país, não houve detenções. Houve, no entanto, uma intensa atividade de sensibilização e fiscalização, com quase 500 fiscalizações a nível nacional durante estes três dias."

Mais de 1600 polícias no terreno encerraram ao todo três estabelecimentos e passaram 60 autos de contraordenação, dos quais 49 são referentes a Lisboa. "A maioria das autuações é em Lisboa", admite a comissária da PSP.

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de