Covid-19 fez 20 mortes nas últimas 24 horas. É o número mais baixo em três semanas

Foram registados 20 novos óbitos provocados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas.

Estão confirmadas 948 mortes devido à Covid-19 em Portugal, mais 20 nas últimas 24 horas, o número mais baixo desde 6 de abril, dia em que foram registadas 16 mortes.

Há 295 novos casos de contágio, elevando para 24322 o número de pessoas infetadas pela doença, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

Até ao momento 1389 pessoas conseguiram recuperar, mais 32 desde o último balanço.

Há 29.559 pessoas em vigilância pelas autoridades de saúde e 3.563 aguardam resultado laboratorial para saber se estão, ou não, infetadas. Foram também registados até agora 211.180 casos em que o resultado dos testes foi negativo.

A DGS indica ainda que 936 doentes estão internados em hospitais, 172 dos quais em unidades de cuidados intensivos, segundo informações reportadas pelos Hospitais, Administrações Regionais de Saúde e Regiões Autónomas. A grande maioria dos doentes contagiados está a recuperar em casa.

No que toca aos óbitos, 546 foram registados no Norte, 194 no Centro, 185 na região de Lisboa, 12 no Algarve, um no Alentejo e dez nos Açores. O arquipélago da Madeira continua a não registar vítimas mortais.

Entre os casos de contágio há mais doentes do sexo feminino (14393 mulheres e 9929 homens contraíram Covid-19). A maioria das pessoas que morreram depois de terem infetados pelo novo coronavírus tinham mais de 80 anos (641 casos).

O Norte é a região que regista o maior número de casos de contágio confirmados (14702), seguida de Lisboa e Vale do Tejo (5593), da região Centro (3289), do Algarve (330) e do Alentejo (201). Há 121 casos nos Açores e 86 na Madeira.

Esta é a caracterização demográfica dos casos confirmados por concelho, segundo a informação reportada pelas Administrações Regionais de Saúde e Regiões Autónomas:

A DGS refere que a informação por concelho "refere ao total de notificações clínicas no sistema SINAVE, correspondente a 84% dos casos confirmados". Quando os casos confirmados são inferiores a 3, por motivos de confidencialidade, os dados não são apresentados.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de