ONU aplaude Portugal por dar residência a migrantes durante pandemia

Nações Unidas agradeceram a Portugal pela solidariedade demonstrada durante o surto de Covid-19.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) veio alargar o coro de aplausos a Portugal pela decisão de regularizar temporariamente os estrangeiros que estavam a tratar dos pedidos de residência, para que estes tenham acesso aos mesmos direitos que os residentes, durante a pandemia de Covid-19.

"Boas notícias! Portugal está a dar autorizações de residência temporárias a migrantes e pessoas que procuravam asilo para que tenham acesso ao serviço de saúde e a outros serviços públicos durante o surto de coronavírus", lê-se numa nota publicada na página do ACNUR no Twitter.

"Obrigada pela vossa solidariedade", agradeceu o ACNUR.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infetou mais de 905 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 46 mil.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a OMS a declarar uma situação de pandemia.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 2 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 0h00 de 19 de março.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de