OLX proíbe anúncios a máscaras. Até lotes se vendiam

Há preços para todos os gostos. Empresa teme venda de máscaras usadas.

Nas últimas duas semanas o OLX, a maior plataforma portuguesa de venda de produtos na Internet, entre particulares, passou a ter, diariamente, dezenas de novos anúncios a máscaras cirúrgicas ou de proteção individual vendidas desde à unidade, aos pacotes com algumas dezenas ou aos lotes com milhares de máscaras.

Com o avançar do novo coronavírus, palavra que também passou a figurar em dezenas de novos anúncios, as buscas diárias de potenciais compradores também chegaram a atingir as várias centenas, havendo mesmo um dia, 2 de março, em que foram feitas quase mil buscas pela palavra "máscara".

O preço, dependendo da qualidade e do que é definido pelo vendedor, pode ir de 1 a 9 euros, com instruções precisas de alguns vendedores, como aquelas que se podem ver na imagem seguinte.

A meio desta semana existiam mesmo dois lotes de 5.400 e 8.000 máscaras à vendas por preços, respetivamente, de 1.782 e 2.438 euros. Recorde-se que as autoridades de saúde só aconselham o uso de máscaras de proteção às pessoas infetadas e aos seus cuidadores.

David Mota, responsável do OLX pelo departamento de qualidade e segurança, explica à TSF que já notaram o aumento de máscaras à venda, sobretudo, mas também de alguns produtos de gel desinfetante.

Razões que levam a empresa a ter decidido suspender a venda destes produtos no site enquanto não acabar o alarme social à volta do coronavírus para evitar a especulação de preços.

Ainda por cima, segundo o responsável, no caso das máscaras há uma questão de segurança e saúde que leva o OLX a recear que se vendam, através da sua plataforma, produtos já usados ou mesmo infetados.

Todos os anúncios a máscaras e gel desinfetante serão retirados a partir desta sexta-feira do OLX e todos os novos que entretanto surjam não serão publicados.

LEIA AQUI TUDO SOBRE O COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de