ProToiro quer corridas de volta a 1 de junho. Praças de touros "cumprem requisitos"

Praças são locais ao ar livre e com lugares marcados, lembra o presidente da associação.

A Associação ProToiro quer os espetáculos de volta já a partir do dia 1 de junho. O secretário-geral da associação, ​Hélder Milheiro, espera espera poder reunir com o primeiro-ministro, António Costa, para avançar com a ideia de retomar as touradas.

À TSF, o representante da ProToiro garante que, pela natureza das praças de touros, há todas as condições para a sua reabertura a 1 de junho.

"Nós cumprimos os requisitos genéricos definidos para a abertura das salas de espetáculos, uma vez que falamos de espaços que são, por norma, ao ar livre e têm lugares marcados", argumenta Hélder Milheiro.

Estas características, garante, permitem "fazer um grande controlo de acessos e da circulação, mas também do espaçamento". A ProToiro entende que é possível cumprir os requisitos e "manter a segurança sanitária durante os eventos".

"Não há razão para que, na revisão periódica que vai ser feita neste 15 de maio para o próximo mês, não haja já um início da reabertura da praças de touros e espetáculos tauromáquicos dentro das regras definidas pela Direção-Geral da Saúde", defende.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de