PSP preocupada com aumento das concentrações de jovens em Lisboa

Porta-voz da PSP admite que se casos se tornarem mais habituais terá de haver novas abordagens.

A PSP está preocupada com o crescimento de concentração de jovens, nas últimas noites, na área da grande Lisboa. Já depois de a Câmara de Cascais ter suspendido a venda de bebidas alcoólicas durante a noite, o porta-voz da PSP alerta para a gravidade de este tipo de eventos se tornarem um hábito.

Nuno Carocha assegura que "são eventos extremamente pontuais, circunstâncias fugazes, de grupos de amigos que se começam a juntar" e dá o exemplo de Cascais, onde houve um ajuntamento numa bomba de gasolina, que "nem é um sítio aprazível".

Com bares e discotecas fechadas e o país a desconfinar, a PSP tem verificado estas situações em "diversos locais", de "forma pontual e sem grandes repetições", mas há uma preocupação de que este cenário possa "passar a ser encarado como normal, que já pode fazer parte do quotidiano e que comece a multiplicar-se".

O porta-voz da PSP lembra que a sensibilização da população tem sido suficiente, mas admite que se concentrações começarem a aumentar terá de haver "novas formas de abordagem e de combater o problema", nomeadamente com o apoio da DGS.

LEIA AQUI TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de