"É chocante que o feriado da Páscoa se tenha tornado uma tragédia"

O acidente desta quarta-feira em Santa Cruz, na Madeira, vitimou 29 pessoas. Dos 27 feridos, nove já tiveram alta. Governo português já decretou três dias de luto nacional.

O acidente com um autocarro turístico na Madeira fez 29 mortos e 27 feridos, nove dos quais estão em estado crítico.

Miguel Reis, adjunto da direção do conselho de administração do Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira, avançou em conferência de imprensa que "dos 28 feridos que deram entrada no hospital há que registar um falecimento e nove vítimas já tiveram alta".

Neste momento, "oito vítimas encontram-se internadas no serviço de ortopedia, quatro estão internadas na unidade de cuidados intensivos polivalente e uma vítima encontra-se na unidade de cuidados intermédios cirúrgicos."

"Há a referir ainda que seis vítimas se encontram em observação no serviço de urgência. No total, cinco doentes foram submetidos a intervenções cirúrgicas no âmbito da especialidade de ortopedia e de cirurgia geral", acrescentou.

O Governo já decretou luto nacional de três dias pela tragédia na Madeira e o Presidente da República vai deslocar-se à Madeira esta sexta-feira.

Numa outra conferência de imprensa no Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, o médico Pedro Freitas já tinha adiantado que a vítima mortal é "uma mulher estrangeira" que se encontrava nos cuidados intensivos.

"Das 28 vítimas [feridos] que deram entrada no hospital, dois são de nacionalidade portuguesa e o resto são estrangeiros e não há crianças" entre os feridos assistidos no hospital, assegurou o clínico.

A presidente do Conselho de Administração do Serviço Regional de Saúde (SESARAM), Tomásia Alves, expressou o "profundo pesar pelo falecimento das 28 vítimas no local", adiantando que à chegada ao hospital, às 19h00, foram de imediato disponibilizados "os meios para prestar apoio às vítimas e familiares".

De acordo com Tomásia Alves, no âmbito do plano de emergência da unidade hospitalar foi ativado um gabinete de apoio com as linhas telefónicas - 291705659, 291705778 e 291705679.O SESARAM apelou ainda à população para recorrer ao serviço de urgência "apenas em situações urgentes ou emergentes".

A responsável do SESARAM acrescentou terem sido contactados os serviços de Medicina Legal e o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

Na quarta-feira, pelas 18h30, um autocarro turístico com 56 pessoas despistou-se numa ravina, e rebolou num terreno na zona do Caniço de Baixo, no concelho de Santa Cruz. São 29 as vítimas mortais e 27 o número de feridos.

O Ministério Público já ordenou a abertura de um inquérito para apurar as causas deste acidente. O Governo Regional da Madeira decretou três dias de luto no arquipélago.

O ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Heiko Maas, viaja esta quinta-feira para a Madeira com uma equipa de médicos, psicólogos e funcionários consulares para "falar com os afetados e agradecer aos amigos portugueses a ajuda".

Em comunicado enviado, Heiko Maas revela que é "chocante que o feriado da Páscoa se tenha tornado uma tragédia para tantas pessoas."

"Ainda não temos a certeza de quantos alemães estão entre as vítimas", realçou, adiantando que a embaixada da Alemanha em Lisboa está a trabalhar "muito duro" com as autoridades locais para dispor de mais informação.

"Os nossos pensamentos estão com aqueles que choram os seus familiares e amigos. Todos nós partilhamos a sua dor. Desejo a rápida recuperação de todos os feridos", sublinhou o ministro dos Negócios Estrangeiros da Alemanha.

"Hoje voarei para a Madeira com uma equipa de médicos, psicólogos e funcionários consulares do Ministério dos Negócios Estrangeiros para falar com os afetados e agradecer aos amigos portugueses a ajuda", lê-se no documento, revelando que "o embaixador (da Alemanha em Portugal) acaba de aterrar na Madeira".

"Agradecemos aos nossos amigos portugueses pela grande preocupação e disponibilidade durante estas horas difíceis, em particular às equipas de salvamento locais".*

LER MAIS:

- Despiste de autocarro na Madeira faz 29 mortos. Marcelo disponibiliza avião

- Merkel em "choque" com acidente que vitimou alemães na Madeira

- Governo decreta três dias de luto nacional pela tragédia na Madeira

* com Sara Beatriz Monteiro e Joana Sousa Dias

Continuar a ler