Depois da CUF, a Luz Saúde também rompe com ADSE. Marcelo pede "bom senso"

O Presidente da República pediu, esta terça-feira, "capacidade de entendimento" entre os grupos privados de saúde e a ADSE. Marcelo mostrou-se preocupado com o esvaziamento da ADSE e com a sobrecarga do Serviço Nacional de Saúde.

Marcelo Rebelo de Sousa pediu, esta terça-feira, "bom senso e entendimento" no conflito que opõe os grupos privados de saúde e a ADSE, mas reconheceu que se trata de "uma situação muito complexa".

O Presidente da República considera que "seria mau para o país" se houvesse "o esvaziamento da ADSE". Por outro lado, mostrou-se preocupado com a possível sobrecarga do Serviço Nacional de Saúde, se os utentes da ADSE transitarem todos para os hospitais estatais.

O grupo Luz Saúde também vai romper o acordo com a ADSE. A posição surge numa carta a que a TSF teve acesso e que o grupo liderado por Isabel Vaz enviou aos seus colaboradores. O acordo com o o subsistema de saúde dos funcionários do Estado termina a 15 de abril.

"Apesar de todos os nossos esforços no sentido de o evitar, informamos que os Hospitais e Clínicas da Rede Hospital da Luz se veem obrigados, a partir de 15 de abril, a deixar de prestar os serviços ao abrigo das convenções celebradas com a ADSE", lê-se na nota.​

O grupo lamenta ter sido forçado a tomar esta decisão, que irá afetar um universo de 250 mil clientes que beneficiam da ADSE.

"A decisão que fomos agora forçados a tomar é feita com a absoluta convicção de que há momentos que definem o futuro e que esta posição é a que defende, no longo prazo, os interesses dos beneficiários da ADSE e de todos os que praticam uma medicina baseada no valor para os doentes, corretamente financiada e digna para os profissionais de saúde. Porque estes, e não outros, são os princípios da sustentabilidade de qualquer sistema de saúde, seja ele público ou privado", escreve a Comissão Executiva do grupo Luz Saúde.

O grupo José de Mello Saúde, proprietário dos hospitais da CUF, também anunciou esta segunda-feira que irá cessar o contrato com a ADSE, igualmente a partir de abril.

LEIA MAIS:

- "Insustentável." Proprietário dos hospitais CUF suspende convenção com a ADSE

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de