Marcelo Rebelo de Sousa

Operação "correu bem". Presidente "está com ótimo estado de espírito"

O Presidente da República está internado no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, onde deverá ficar mais dois dias.

Marcelo Rebelo de Sousa está com um "ótimo" estado de espírito, disse esta tarde o chefe da equipa que o operou, o cirurgião Eduardo Barroso, no primeiro boletim clínico ao estado de saúde do Presidente.

PUB

A operação a uma hérnia umbilical demorou cerca de uma hora e meia e correu bem, até porque é um procedimento "simples", destacou o médico, diretor clínico de cirurgia do hospital e amigo pessoal do Presidente.

O Presidente da República está internado no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, onde vai ficar mais dois dias. A operação estava prevista para o dia 4 de janeiro, mas os médicos decidiram antecipá-la porque a hérnia ficou encarcerada.

Quanto à alta é possível em dois dias, Eduardo Barroso admite que "depende da pressão que [Marcelo Rebelo de Sousa] fizer". "Se ele quiser ir mais cedo para casa, posso ir vê-lo a casa", acrescentou.

O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, esteve no hospital, falou com a equipa que operou o Presidente e fez votos para que este "retome a sua agenda politica" o mais rapidamente possível.

O que é uma hérnia umbilical?

A agenda do Presidente para esta quinta-feira e para os próximos dias foi cancelada, incluindo as deslocações previstas para 31 de dezembro e 1 de janeiro, às regiões afetadas pelos incêndios de outubro.

Marcelo Rebelo de Sousa tinha prevista uma ronda de audiências com representantes dos juízes e dos magistrados do Ministério Público para discutir o pacto de justiça e os estatutos destas duas classes e uma cerimónia de entrega de insígnias a Carlos Ramos, que salvou várias pessoas no acidente ferroviário de Alcafache, em 1985.

Em 1 de janeiro, é tradicional o Presidente dirigir ao país uma mensagem de Ano Novo, que este ano deveria ser feita a partir de Vouzela, um dos concelhos afetados pelos incêndios de outubro, região que ia visitar nesses dias.

Em 31 de dezembro, o Presidente tinha planeado visitar os concelhos de Oliveira do Hospital, distrito de Coimbra, e no dia 01 de janeiro de 2018 iria a Arganil, também no distrito de Coimbra, Santa Comba Dão e Vouzela, ambos no distrito de Viseu, de onde iria fazer, em direto, a mensagem de Ano Novo.