Sporting

Bruno de Carvalho e líder da Juve Leo detidos

O ex-presidente do Sporting e o líder da claque Juventude Leonina foram detidos para interrogatório, este domingo, e devem ser ouvidos no Tribunal do Barreiro esta segunda-feira.

Bruno de Carvalho e o líder da Juventude Leonina, Nuno Mendes, conhecido como Mustafá, foram detidos na sequência da investigação ao caso da Academia de Alcochete, avançou inicialmente o Correio da Manhã. À TSF, a PGR confirmou que houve "duas detenções no âmbito do inquérito relacionado com as agressões na Academia do SCP em Alcochete" e o porta-voz da GNR confirmou que se trata do ex-líder do Sporting e de Mustafá.

PUB

Durante a noite, a TSF confirmou junto de fonte ligada ao processo que, pelas 20h20 deste domingo, Bruno de Carvalho estava detido mas ainda em sua casa, onde decorreram as buscas, no entanto sabe-se que o ex-presidente dos 'leões' irá passar a noite na GNR.

O advogado do antigo presidente do Sporting confirmou, pouco antes, em declarações à RTP, a realização dessas buscas, adiantando, inclusive, que tinha sido apreendido o computador da filha, menor, de Bruno de Carvalho.

O ex-presidente dos 'leões' e o responsável máximo pela claque devem ser ouvidos na terça-feira, no Tribunal do Barreiro, local onde foram sempre ouvidos os envolvidos no ataque a Alcochete, para respondem por terrorismo e pela autoria moral de crimes como ofensas à integridade física e sequestro.

O ataque à academia dos 'leões' ocorreu no dia 15 de maio e, na altura, cerca de 50 adeptos leoninos invadiram o local de treinos dos 'leões' e agrediram jogadores e equipa técnica. Tão depressa ninguém esquecerá aquela tarde.

Os responsáveis pelo ataque, entre eles o ex-líder da Juve Leo Fernando Mendes, foram detidos durante a investigação e encontram-se em prisão preventiva.

Entretanto, na sede da Juventude Leonina, no Estádio de Alvalade, decorreram buscas, no dia em que o Sporting recebeu o Chaves em casa.

As buscas em causa foram realizadas pela GNR no local conhecido como 'A Casinha', enquanto a PSP construiu um cordão policial para garantir a segurança da zona.

O líder da claque, Mustafá, esteve com as autoridades no interior da sede, enquanto as buscas decorreram, e foi levado do local numa carrinha.

No exterior a PSP montou um cordão de segurança perante o olhar de dezenas de adeptos, sendo que, a claque Juve Leo não esteve no interior do Estádio de Alvalade a assistir ao jogo.

TUDO O QUE SE SABE SOBRE O ATAQUE À ACADEMIA DE ALVALADE.

  COMENTÁRIOS