Após a dose de reforço, a efetividade da vacina chega a 88%

Vacina menos eficaz com Ómicron do que com a Delta. Dose de reforço aumenta proteção

Apesar da maior prevalência, o peso relativo (internamentos e óbitos) da nova variante Ómicron é menos elevado. Há vários sinais de menor gravidade da infeção com Ómicron e que o risco de internamento em cuidados intensivos é inferior. A efetividade da vacinação também é menor e o decaimento do efeito de proteção das vacinas é mais rápido, mas esta efetividade é reposta com a dose de reforço, pelo que se pode concluir que há um "padrão diferente nesta onda".