Vasco Cardoso, membro da comissão política do PCP e do comité central

"Nada obriga a eleições e não é um drama ter duodécimos"

Um dos homens que negociou com o governo do lado do PCP é Vasco Cardoso, da comissão política e do comité central. Convidado esta semana do programa da TSF e do Diário de Notícias, Vasco Cardoso afirma que o PCP "nunca teve ilusões" em relação ao Governo, recusa a ideia de que a única solução é a convocação de eleições antecipadas e acusa o Presidente da República de ter sido um "fator de instabilidade" nas semanas que antecederam a votação do Orçamento do Estado.

José Luís Carneiro

"Tivemos candidatos que desistiram depois de conhecerem as remunerações nas autarquias"

Mergulhado na tarefa de preparar o embate autárquico, mesmo que tenha sido ultrapassado na vontade de se candidatar à Câmara do Porto, o secretário-geral adjunto do PS analisa os desafios do partido, sem esquecer os do Governo. De olhos postos na negociação do próximo Orçamento do Estado, evita a pergunta sobre a negociação à Esquerda e assegura que essa é missão para a próxima sessão legislativa. Por agora, "a prioridade é avaliar a execução dos compromissos orçamentais com os partidos que aprovaram" o OE em vigor.