Inês Cardoso

Silvano e a eterna crise da Justiça

O processo arrasta-se desde novembro de 2018, mas esta semana ficou a saber-se que José Silvano, deputado e coordenador da estratégia do PSD para as autárquicas, vai a julgamento por falsidade informática, na sequência do caso das presenças-fantasma no Parlamento. Convém recordar a forma como, à data dos factos, o presidente do partido minimizou e até ridicularizou as questões levantadas pelos media. Disse Rui Rio que se tratava de uma mera "questiúncula", comentando-a em alemão e recorrendo a metáforas jocosas sobre a validade do iogurte.