Incêndio de Notre-Dame extinto após 15 horas. Por que razão foi tão difícil combater as chamas?

Vigas de madeira, pedra da estrutura e dificuldade de acesso ao interior do edifício tornaram tarefa dos bombeiros verdadeiramente árdua. Incêndio foi extinto 15 horas depois de as chamas deflagrarem no sótão do edifício, após a alegada queda de um andaime.

O incêndio que consumiu a catedral Notre-Dame "está extinto". O porta-voz dos Bombeiros de Paris, Gabriel Plus, citado pelo Le Monde, assegurou que as chamas estão extintas, mas que as equipas continuarão no local durante a fase de rescaldo.

Demorou cerca de 15 horas e houve fatores fundamentais a contribuir para o difícil trabalho dos bombeiros. As vigas centenárias de madeira, o exterior de pedra e os pormenores da arquitetura gótica foram responsáveis pela propagação rápida das chamas e um obstáculo para travar o fogo.

De acordo com a CNN, os especialistas apontam as traves de madeira como o maior problema para o incêndio que começou no sótão, já que eram de muito difícil acesso. Com as vigas em chamas e com o exterior em pedra estava criado o cenário propício para que os bombeiros fossem impedidos de travar as chamas pelo interior da catedral.

A pedra da estrutura de Notre-Dame criou um ambiente que forneceu oxigénio às chamas e que ajudou na propagação das mesmas muito rapidamente. O fogo teve a possibilidade de respirar no interior da catedral e, sem os bombeiros conseguirem trabalhar a partir de dentro do edifício, estava-se perante uma tarefa árdua.

A impossibilidade do uso de aviões de combate a fogos foi também um problema. A quantidade de água que iria ser lançada para a catedral poderia provocar danos irreparáveis, o que levou a hipótese a ser totalmente colocada de parte.

Ribero Blanco, subdiretor do Instituto do Património, explicou, na altura, ao jornal espanhol El País que essa opção poderia levar a uma catástrofe, tendo em conta que a pedra tem a capacidade de absorver a humidade, tornando-a pesada e aumentando o risco de ruir.

O pináculo do edifício histórico da capital francesa desabou, o telhado ficou destruído pelas chamas, mas a estrutura e as duas torres principais foram salvas e serão um ponto essencial para a reconstrução.

Os 400 bombeiros que combateram o fogo durante 15 horas foram fundamentais e, desde logo, consideraram o incêndio "muito difícil" e temeram mesmo não conseguir travar a propagação das chamas, o que acabou por acontecer.

LER MAIS:

- ​​​​​​​Notre-Dame sobreviveu e, depois do choque, Paris também. Tudo o que se sabe

- ​​​​​​​Notre-Dame não deixou ninguém indiferente. As capas do dia seguinte

- Notre-Dame: o momento em que o pináculo ruiu

- A dois passos do fogo. Imagens mostram chamas em Notre-Dame vistas do telhado

- Roubada, destruída e incendiada. 856 anos depois, Notre-Dame tem de renascer outra vez

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de