Numa sala sem janelas nem água. Jornalistas abandonam posse por falta de condições

A organização da posse presidencial limitou os direitos dos profissionais que estão a fazer a cobertura do evento.

Os jornalistas internacionais destacados para fazer a cobertura da cerimónia de posse de Jair Bolsonaro, esta terça-feira, estão a abandonar a investidura do novo presidente brasileiro, devido às restrições impostas aos meios de comunicação social.

Há relatos de profissionais de países como China e França que estão a abandonar a investidura de Jair Bolsonaro, em Brasília, por não terem condições para realizar o seu trabalho.

De acordo com a rádio brasileira CBN , os jornalistas foram mesmo proibidos de sair de uma sala de imprensa sem janelas e ficaram sem acesso a água.

Jair Bolsonaro é investido como 38.º presidente do Brasil, esta terça-feira, numa cerimónia que se estende ao longo do dia, com receções, discursos e desfiles, e que fica marcada por medidas de segurança nunca antes vistas.

Acompanhe aqui, em direto, a cerimónia de investidura do novo presidente do Brasil.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de