"Order!" Deputados rejeitam Brexit sem acordo e adiamento da data de saída da UE

Votação registou 312 votos contra uma saída desordenada e 308 a favor da mesma. Deputados rejeitaram também o adiamento da saída da UE para 22 de maio.

Os deputados britânicos votaram, esta quarta-feira, contra um Brexit sem acordo. A votação registou 312 votos contra o Brexit desordenado e 308 a favor da saída sem acordo.

Esta terça-feira, a Câmara dos Comuns rejeitou o acordo do Brexit - isto depois de já o ter feito uma primeira vez em janeiro - e obrigou Theresa May a auscultar a sua opinião quanto a um Brexit desordenado. A primeira-ministra britânica avisou, no entanto, os deputados quando às suas posições: "são escolhas que devem ser enfrentadas."

Escolhida uma saída com acordo, May ficou a saber que os deputados não autorizaram o adiamento da saída do Brexit para 22 de maio. Com 374 votos, os deputados britânicos obrigaram May a conseguir um acordo até 29 de março. Apenas 164 deputados votaram a favor do adiamento. Com este resultado rejeitaram também implementar um período de transição vigente até ao final de 2021 e um compromisso para o backstop.

Esta votação obrigou a uma segunda ronda de votações em relação a uma saída sem acordo: o resultado foi o mesmo, mas com uma diferença maior. 321 deputados votaram contra uma saída sem acordo e 278 votaram a favor de uma saída desordenada, aumentando a diferença entre posições para 43 votos.

Para esta quinta-feira fica marcada a votação quanto ao adiamento da data de saída, sem que qualquer dia seja indicado, para que o Governo britânico garanta mais tempo para negociar o acordo de saída.

LER MAIS:

- Se houver coerência, "o Reino Unido vai ter que pedir um adiamento" do Brexit

- "O acordo morreu." Portugal já se prepara para um Brexit desordenado

- Charles Tannock: "Isto é uma derrota acima do que se esperava"

- Risco de Brexit sem acordo nunca foi tão elevado, alerta Barnier

- Saída do Reino Unido da União Europeia pode sair muito cara a Portugal

- May quer saber se deputados aceitam Brexit sem acordo. Nova votação esta quarta-feira

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de